Ser vegetariano transformou-se em nossa sociedade, em uma autêntica filosofia de vida. Desde então, argumentos para começar uma dieta vegetariana não faltam: desde razões dietéticas, que afirmam que é mais saudável, ao éticas ou ambientais, passando por cento sociais e humanitárias. Poderíamos chamá-la de uma dieta equilibrada, embora algumas variedades incorrem em carências nutricionais.

No entanto, a dieta vegetariana, não é uma dieta homogênea. Hoje em dia existem diferentes tendências diferentes, e, sem dúvida, umas mais saudáveis que outras:

  • Dieta ovolactovegetariana: é a mais completa de todas as alternativas do ponto de vista nutricional, já que inclui o leite e os ovos.
  • Dieta ovovegetariana: derivada da ovolactovegetariana, este tipo de dieta é um pouco menos completa, ao proibir o consumo de lácteos.
  • Dieta lactovegetariana: derivada da ovolactovegetariana, este tipo de dieta é um pouco menos completa, ao proibir o consumo de ovos.
  • Dieta vegetalista: esta dieta consideram o mel como subproduto animal e não a consomem, nem tomam legumes (exceto a soja).
  • Dieta vegana: O veganismo, variante do vegetalismo, admite o consumo de leguminosas.
  • Dieta frugívora: alimentam-se exclusivamente de frutas frescas e frutos secos;
  • Dieta crudívora: comem somente vegetais e frutas cruas
  • Dieta cerealífero (regime macrobiótico): consomem exclusivamente cereais e restringem a ingestão de líquidos.

Mais informações sobre a dieta vegetariana:

Compartilhe isso:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *