Como o endividamento afeta sua saúde mental

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Como o endividamento afeta sua saúde mental 1Estar em dívida pode ser estressante e esmagadora. A julgar pelas recessões passadas e pela crise dos empréstimos estudantis, a dívida também não é boa para a saúde mental da maioria das pessoas. De fato, uma pesquisa da Universidade de Southampton, no Reino Unido, descobriu que pelo menos 25% das pessoas com problemas de saúde mental estavam endividadas.

Se você já teve dívidas antes, sabe que não é um lugar confortável para se estar financeiramente. Em termos de sua saúde mental, os efeitos negativos podem ser piores. Aqui estão algumas maneiras importantes pelas quais as dívidas afetam sua saúde mental e o que você pode fazer para mudar isso.

Vergonha e / ou constrangimento

Na sociedade de hoje, há muita vergonha ligada à dívida. A maioria das pessoas tem dívidas e você pode até pensar que é normal tomar um empréstimo ou aumentar o cartão de crédito em caso de emergência. No entanto, contrair dívidas pode fazer com que se sinta envergonhado pelas decisões financeiras que tomou ou até mesmo envergonhado.

Você pode sentir que sua dívida está ligada à sua autoestima ou expressar sentimentos de vergonha se não conseguir pagar sua dívida com rapidez suficiente. Também não é incomum alguém se sentir envergonhado de mencionar sua dívida com um parceiro ou divulgar o valor total que pode levar à infidelidade financeira.

Negação

A negação é um método de enfrentamento que faz com que você bloqueie a realidade e finja que está tudo bem. Se você estiver em negação, poderá não ver sua dívida como um problema ou se sentir motivado a pagar as contas em dia. Você também pode adotar hábitos pouco saudáveis ​​para ajudar a continuar seu estado de negação enquanto seus problemas financeiros aumentam.

Leia Também  Revisão: Sam Mendes '1917' elevou a fasquia sobre como são feitos os filmes de guerra

Medo e Ansiedade

Medo e ansiedade são algo com o qual muita gente luta e o dinheiro pode ser uma das principais causas disso. Se você tem muitas dívidas e não tem certeza de como vai sobreviver, isso pode causar muito estresse e preocupação.

Você pode ficar com medo de gastar dinheiro ou com medo do que o futuro reserva em geral. A ansiedade também pode levar à depressão e até afetá-lo fisicamente também. Como alguém que luta contra a ansiedade, sofri ataques de pânico e dores no peito de tempos em tempos, e é uma sensação horrível.

Em um momento, explicarei algumas maneiras saudáveis ​​de melhorar sua saúde mental, independentemente de ter dívidas, mas é importante entender primeiro todos os efeitos negativos.

Ressentimento

A dívida afetou seu casamento, amizades ou algum relacionamento com outras pessoas? Você pode se ressentir do seu parceiro por se endividar e não ser honesto com você. Também ouvi algumas histórias de pessoas que saíram de um casamento ou relacionamento com dívidas do ex-parceiro, o que também pode levar ao ressentimento.

O ressentimento por dívida também não precisa ser contido em um relacionamento romântico. Talvez você tenha ressentimentos em relação ao seu chefe, que não lhe pagará mais dinheiro para cuidar de sua dívida ou a familiares dependentes que dependem de você.

Não importa o motivo, o ressentimento e a falta de perdão não o levarão a lugar algum e apenas contribuirão para um declínio em sua saúde mental.

Como proteger sua saúde mental, apesar da dívida

A dívida não precisa destruir sua vida ou sua saúde mental. Você é mais do que sua dívida e pode vencê-la. Se você sentir que a dívida afeta sua saúde mental de maneira negativa, aqui estão algumas coisas que você pode fazer.

Leia Também  Como economizar o máximo de dinheiro que você já economizou em um ano
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Aqui estão algumas maneiras importantes pelas quais as dívidas afetam sua saúde mental e o que você pode fazer para mudar isso. Clique para Tweet

Fale com um conselheiro licenciado

O aconselhamento é uma ferramenta importante que pode ser usada para ajudar a melhorar sua saúde mental. Se ficar endividado, você sente ansiedade, depressão ou afetou negativamente alguns de seus relacionamentos com outras pessoas, talvez seja hora de conversar com um terapeuta licenciado.

Um terapeuta pode ajudá-lo a desenvolver melhores habilidades e hábitos que melhoram sua saúde mental e ajudam a lidar com sua dívida. Um dos maiores fatores que podem impedi-lo de procurar aconselhamento profissional é o custo. Seu seguro pode ajudar a cobrir serviços de saúde mental e você também pode experimentar clínicas comunitárias que oferecerão serviços em uma escala de taxas variável.

Como outra alternativa, BetterHelp.com e TalkSpace.com são ótimas alternativas acessíveis, se você quiser conversar com um terapeuta on-line ou via texto.

Obtenha um orçamento realista

Sim, obter um orçamento realista pode ajudá-lo se o endividamento estiver afetando sua saúde mental. O estresse e a preocupação financeiros geralmente resultam da falta de um plano claro. Se você tem dívidas e não sabe se pode comprar mantimentos ou férias, isso pode afetar negativamente sua saúde mental.

A melhor coisa que você pode fazer para combater isso é estabelecer um plano financeiro para obter um orçamento. Algumas pessoas evitam o orçamento, mas um orçamento é apenas um plano de gastos que diz ao seu dinheiro para onde ir. Na verdade, um orçamento pode aliviar parte de seu estresse financeiro, pois permite criar um plano para cobrir despesas e pagar sua dívida.

Leia Também  As melhores culturas de outono e inverno para plantar em seu jardim agora

Programe um horário para sentar e organizar todas as suas despesas e receitas. Seja realista ao definir categorias de orçamento e acompanhe seus gastos com responsabilidade.

Iniciar um diário de gratidão

Focalizando as implicações negativas do seu dívida muitas vezes pode afetar negativamente sua saúde mental. Mude sua mentalidade, optando por se concentrar na gratidão. Isso não eliminará todos os seus problemas da noite para o dia, mas mudará sua perspectiva e como você se sente sobre sua dívida.

Por exemplo, quando comecei a pagar minha dívida com empréstimos para estudantes, desenvolvi uma obsessão doentia por ela e realmente odiei minha dívida. Isso se esgotou e depois de um tempo, mudei meu foco para gratidão. Minha dívida me ajudou a fazer a faculdade e impulsionar minha carreira. Eu também tinha muitas outras coisas pelas quais agradecer, como um bom apartamento na época, um carro, comida e a capacidade de prover o meu filho.

Focar a gratidão me ajudou a começar a sentir ressentimento e vergonha da minha dívida.

Resumo

Dívida é apenas dívida. No entanto, estar em dívida afeta sua saúde mental de mais maneiras do que você imagina. É importante saber que você pode sair da dívida no seu próprio tempo, mas não é o fim de tudo. Mesmo com dívidas, você pode mudar sua mentalidade e estabelecer um plano de ação que contribua para um estado mental mais saudável.



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br