Dieta para ciclistas

A alimentação dos atletas é essencial para seu bom desempenho. O ciclismo é um esporte muito exigente, o ciclista deve enfrentar ritmos sustentados de pedalada durante um longo período de tempo, ser capaz de subir e descer encostas e ser capaz de realizar acelerações bruscas ou sprints em cada etapa. O sucesso dos ciclistas depende de sua capacidade para resistir a todas essas exigências. Por isso a dieta do ciclista deve constar de uma alimentação equilibrada e controle do gasto de energia, imprescindível para manter uma actividade ciclista ideal.

O corpo do ciclista, para manter a pedalada constante, utiliza o metabolismo energético aeróbico. O corpo é capaz de obter energia para fazer exercício, em presença de oxigênio. Daí, que o gasto de energia de um ciclista seja muito elevado. É muito simples de se incorrer em ingestão calórica inferior ao gasto energético, já que o exercício físico na bicicleta nem sempre aumenta o apetite. Por isso, o ciclista deve ingerir os nutrientes apropriados, prestando atenção à quantidade de hidratos de carbono.

Dieta para ciclistas

A alimentação diária influencia, significativamente, o desempenho do ciclista. Uma dieta adequada, em termos de quantidade e qualidade, antes, durante e depois do treino é necessária para otimizar o desempenho. Também, há que ter em conta, a hidratação, para evitar perdas excessivas de líquido e minerais.

Antes do esforço, o prazo mínimo entre a última refeição e a prática de ciclismo deve ser de 3 horas, para evitar problemas digestivos e falta de energia. Por isso, deve-se tomar um pequeno-almoço não muito pesado rico em hidratos de carbono, como por exemplo: frutas ou zuma, cereais, lácteos com mel, ovo passado por água, presunto, queijo, café ou chá.

Durante a prática de ciclismo, contam com oportunidades para beber e comer. Durante as competições, devem planear as refeições, suplementação e hidratação durante a corrida. O corpo necessita de mais energia , por isso que precisa de água e açúcar, Por isso, se aconselha tomar uma bebida energética a cada 15-20 minutos. Os suplementos desportivos são uma forma simples de fornecer energia ao corpo, os mais utilizados são, além das bebidas energéticas, os géis esportivos, as barras, os shakes nutritivos ou concentrados, suplementos de minerais e vitaminas e os suplementos de eletrólitos.

Os concentrados são mais eficientes do que as barras de energia e aconselha-se o consumo, a cada hora, diante da dificuldade ou 30 minutos antes da chegada.

Uma vez termina o esforço, pode comer um leite ou uma barra energética, acompanhado de uma bebida energética ou água com gás. Durante o dia, você pode recuperar energia com algum petisco como suco de frutas, iogurte, pão de especiarias, barras de cereais ou biscoitos dietéticas. À noite, recomenda-se o consumo de féculas (arroz, massas ou sêmola), para atender as necessidades de carboidratos, legumes cozidos ou salada, proteínas (120-150 gramas de carne magra, peixe ou ave, ou bolos) e do leite.

O aconselhamento por parte de um nutricionista esportivo ou um personal trainer de andar de bicicleta pode ajudar a que o atleta mantenha uma boa planejamento nutricional, que o leve a alcançar a minimização dos riscos e melhorar o desempenho.

Compartilhe isso: