Se você está de dieta e você foi antojado uma sobremesa e agora sente remorso, com esta calculadora você sabe que atividade física e durante quanto tempo você tem que fazê-lo para queimar as calorias. É uma ferramenta curiosa, mas que pode ajudar nos momentos de fraqueza, mas ainda assim há que levar o máximo de controle possível da dieta que estejamos fazendo.

Se você quer comer mais saudável, mas sem tirar a comida que você gosta, por exemplo, receitas saudáveis com chocolate, você pode vê-los para testar.

Seu funcionamento é muito simples, mas está em inglês, mas neste post vamos explicar todas as variáveis que nos pede para que você possa usá-la quando quiser.

O primeiro que nos pede é a sobremesa que temos comido e conta com as seguintes opções (na mesma ordem): Bolo de anjo, crocante de maçã, banana splir, pudim, brownie (bolo de chocolate), bolo de queijo, bolo de chocolate, mousse de chocolate, torta de café, bolo de creme, pudim de leite, torta de maçã, torta de mirtilos, torta de cerejas, torta de merengue de limão, salada de frutas, peras glaceados, ursos de goma, sorvete, sundae, gelatina ou trufas.

O seguinte é dizer-lhe a quantidade que temos tomado, e fornece 5 opções:

  • Tiny: diminuto, corresponde a 56 gramas
  • Pequeno: pequeno, corresponde a 170 gramas
  • Médio: média, corresponde a 255 gramas
  • Large: grande, corresponde a 340 gramas
  • Giant: gigante, corresponde a 680 gramas.

A última opção diz-nos: “quanto tempo terei que…” (how long will I have to), e temos que escolher a atividade física que você deseja:

  • Bicicleta: a bicicleta
  • Clean up the house: limpar a casa
  • Garden: cuidar do jardim
  • Jog: correr
  • Mow the lawn: cortar a grama
  • Play with the kids: brincar com as crianças
  • Rock climb: escalada
  • Run: sair para correr
  • Ski: fazer esqui
  • Take a nap: fazer a sesta
  • Walk: sair para andar

Depois pressionamos o botão “Calculate” (calcular) e nos dá o resultado em horas e minutos. Por exemplo, comer um brownie pequeno, fará com que tenha que jogar com as crianças 1 hora 17 minutos.

Acesse a calculadora:

Compartilhe isso:

Quando se está em dieta podem surgir muitas dúvidas em relação ao aporte calórico de cada alimento, e mais, se se tratam de dietas proteícas ou dietas para atletas que necessitam de um controle mais abrangente. Existem ferramentas, como esta calculadora nutricional que te ajudam a descobrir qual é a composição nutricional de cada alimento, e contam com uma base de dados muito extensa para poder afinar ao máximo a pesquisa e os resultados.

Sua interface é muito simplese nos mostra a tabela nutricional completa do alimento que escolhemos, também é possível combinar vários, no caso de querer saber o aporte total de um menu ou de um prato de comida, em especial, indicam-se os gramas que vão ingerir.

Por exemplo, para a pesquisa “batata”, 100 gramas e 1 porção, a calculadora dá-nos os seguintes resultados na tabela:

batata

A partir destes dados, pode configurar os seus menus em dietas de emagrecimento que medem o nível de proteínas ou hidratos de carbono, e também se você sofre de alguma doença como diabetes ou tem colesterol alto, você vai saber que tipo de alimentos são prejudiciais para si.

Se quiser calcular o valor nutricional dos seus alimentos, clique no seguinte link:

Compartilhe isso:

Se quiser saber quanta gordura existe no teu corpo, esta é a ferramenta que você precisa. Tanto para dietas de emagrecimento, ou para dietas de definição, este cálculo pode ser útil.

Tradicionalmente foi medido de duas formas, através de dobra de pele que mede a espessura do pinçamento da pele em várias partes do corpo, ou a impedância bioeléctrica, que consiste em passar uma corrente elétrica pelo corpo, sua força nos dará a taxa de gordura.

Também existe uma fórmula derivada do IMC, que também pode calcular aqui, que permite calcular, sem pontos de apoio ou correntes elétricas. É necessário advertir que apenas serve para pessoas entre 15 e 50 anos.

Calcule o seu percentual de gordura corporal

Em mulheres, um PGC de menos de 25% é considerado magreza, entre 25 e 30% é uma percentagem normal, e mais de 30% é considerado excesso de gordura corporal.

Em homens, um percentual de menos de 15% é considerado magreza, de 15 a 20% é considerado normal, e mais do que 20% é um excesso de gordura corporal.

Esta avaliação não pode ser aplicada a mulheres grávidas ou em período de amamentação, atletas de alto nível, para pessoas com a musculatura muito desenvolvida ou pessoas da terceira idade.

Compartilhe isso:

Se você está no mundo da musculação, ginástica ou musculação e quer saber quais são as suas proporções ideais, propomos-lhe uma calculadora que vai ficar mais fácil.

Para poder calcular, primeiro você terá que fazer algumas medições. Em primeiro lugar é medir as constantes, que são aqueles elementos que não vão mudar de medida durante a vida adulta, como a boneca ou o joelho.

Em primeiro lugar, mede o joelho, e o usuário insere os dados na calculadora, desta forma você obterá o tamanho que devem ter suas coxas. Em seguida, meça o pulso de sua mão não dominante e então você obterá o tamanho a que podem chegar os teus braços, que é o mesmo que terão pescoço e gêmeos.

Quanto à cintura, é necessário medi-la quando se está em estado magro, esta medida é chamada PCM, este dado é a medida da cintura quando você obteve o percentual mais baixo de gordura e pode manter-se confortavelmente. Com o PCM, multiplicá-lo por 1,618 obtemos o perímetro dos ombros.

Uma vez obtidos os resultados com a calculadora, você não deve esquecer que há que seguir um bom programa de treinamento e uma dieta equilibrada, nunca se deve arriscar a saúde.

Calcule as suas proporções ideais:

Compartilhe isso:

Como em qualquer dieta, é necessário um bom café da manhã, por exemplo, se você quiser começar o dia com energia, mas sem exceder as calorias diárias , propomos-lhe esta calculadora que lhe ajudará a conhecer o que aporte energético tem o pequeno-almoço. Também, dê uma olhada em como comer chocolate para o café da manhã de uma maneira saudável.

Esta ferramenta, em inglês, propõe os seguintes pequenos-almoços com suas medidas correspondentes a escolher:

  • Muffin, blueberry: madalena, com mirtilos como possibilidade. Dois tamanhos pequeno (small), de cerca de 70 gramas, ou grande (large), de cerca de 140 gramas, o compara com o tamanho do punho.
  • Bagel, plain with 1 oz. “light” cream cheese: um bagel, apenas, com 30 gramas de creme de queijo light ou philadelphia. Propõe dois tamanhos, pequeno (small) ou grande (large).
  • Iogurte “light” nonfat with fruit: iogurte light sabor, com fruta. Um iogurte pequeno (small) os de tamanho normal, que encontramos no supermercado, o tamanho grande (large) corresponde a dois yougures ou a um de cerca de 200 gramas.
  • Eggs, plain: ovos, não especifica a forma de preparação, em termos de quantidade, contempla um (one) ou dois (two) ovos.
  • Bacon: bacon ou bacon, em fatias (slices), 3 (three) ou 6 (seis) unidades.
  • Toast, whole-wheat, plain: torradas de trigo integral, sem nada, uma ou duas unidades.
  • Doughnut, plain: um donut, em relação ao tamanho “pequeno” corresponde aos que encontramos em lojas ou supermercados já embalados, e “large” corresponde aos que são artesãos, cujo tamanho é um pouco maior.
  • Frutas: frutas, propõe meio melão (cantaloupe) ou uma banana ou banana.
  • Cereal cornflakes: cereais, flocos de milho. Os medidos em xícaras de leite que se lhes acrescenta, propõe duas medidas: 3/4 de xícara (cup) de cereais e um de leite desnatado (skim milk) e a outra opção é uma xícara e meia de cereais, com média de leite.
  • Cereal, raisin bran: cereais, farelo de qualquer tipo ou muesli. Os medidos em xícaras de leite que se lhes acrescenta, propõe duas medidas: 3/4 de xícara (cup) de cereais e um de leite desnatado (skim milk) e a outra opção é uma xícara e meia de cereais, com média de leite.
  • Oatmeal, instant with raisins and spice: aveia instantânea com passas e especiarias, quanto à quantidade tão só dá uma opção, um pacote (packet), com água quente (hot water).
  • Chocolate Instant Brealfast Dirnk: bebida instantânea de chocolate, como por exemplo, Nesquik ou Cola Cao. Duas medidas, uma tigela (pequeno, 8 ounces) ou tigela e meio (large, 12 ounces, que são 340 gramas).

Uma vez escolhida a opção, nos dá 4 resultados; calorias (calories), carboidratos (carbs), proteína (protein) e gordura (fat). Com esses dados, podemos equilibrar melhor a dieta, e ajustar o resto de comida, por exemplo, se você seguir uma dieta proteica, você pode ajustar o fornecimento de proteínas diariamente.

Calcula as calorias do seu pequeno-almoço, caso prefira partir para um processo mais rápido, o Quitoplan é a grande novidade do mercado.

Compartilhe isso:

Calcular os pontos da dieta dos pontos pode ser um pouco complicado. Para isso existem dois tipos de calculadoras que facilitam esta tarefa. Você pode calcular quantos pontos você tem que consumir para conseguir o peso ideal a cada dia, ou os pontos de cada alimento.

A dieta dos pontos tem uma fórmula para calcular quantos pontos tem um alimento, se você decidir não usar uma calculadora:

PONTOS= (Calorias/50)+(gorduras/12)-(fibras(R,4)/5)

Fibra(R,4), quer dizer que de todos os gramas de fibra que tenha o alimento, apenas os 4 primeiros são utilizados. No caso de que o alimento tenha menos de 4 gramas de fibra utilizam-se os gramas reais (R/5) e se você tiver mais de quatro só restam quatro (4/5).

Utilizar esta fórmula é muito complicado, por isso aconselhamos usar uma calculadora, porque você vai garantir que você não perca nenhum ponto.

Por outro lado, para calcular os pontos que você tem que consumir a cada dia com a calculadora devem responder a várias perguntas sobre a sua actividade diária e sua constituição. A soma destes parâmetros dar um mínimo de 17 pontos. Se o seu peso varia e muda de dezena há que recalcularlos. No caso de você chegar ao seu peso ideal, você tem que voltar para recalcularlos para entrar na fase de manutenção, que dura 6 semanas.

A calculadora estabelece 6 variáveis para calcular os pontos, dá para escolher várias opções:

Sexo

Idade

  • Menos de 20
  • De 21 a 35 anos
  • De 36 a 50 anos
  • De 51 a 65 anos
  • Com mais de 65 anos

Estatura

  • Menos de 1,60 m
  • Mais de 1,60 m

Peso atual

  • 40-50kg
  • 50-60kg
  • 60-70kg
  • 70-80kg
  • 80-90kg
  • 90-100kg
  • 100-110kg
  • 110-120kg

Actividade

  • Sentada
  • De pé
  • A pé
  • Esforço físico

Intenção

Para calcular os pontos da fase de manutenção há que controlar o ganho de peso, portanto se tiver engordado menos de 500 gramas mantém-se o consumo de pontos, se, pelo contrário, foi cevado, e com esse peso há que subtrair 2 pontos diários e se você já desbastadas mais de 500 gramas há que somar 2 pontos.

Se o peso se estabiliza durante 3 semanas consecutivas, esses são os pontos que você deve consumir em 6 meses que dura a fase.

Mais informações sobre a dieta dos pontos:

Receita da dieta dos pontos:

Compartilhe isso:

A dieta da zona necessário saber as proteínas necessárias para o corpo e a gordura corporal que se tem para poder determinar os blocos da zona que se deve consumir e o peso que você precisa perder. Há que ter em conta que não se pode perder toda a gordura por ser prejudicial para o organismo.

A calculadora da dieta da zona se pode facilitar todos estes cálculos. O primeiro que há que fazer para poder calcular esses dados é necessário medir. Para isso, é necessário seguir as seguintes recomendações:

  • Você deve tomar todas as medidas três vezes e calcular a média.
  • Todas as medidas devem estar em centímetros.
  • Mede a altura sem sapatos.
  • Pesate sem roupa ou com roupa leve, sempre à mesma hora.
  • Ao medir-se, a fita deve estar bem ajustada, mas sem comprimir a pele e o tecido.
  • Medida do quadril (mulheres) no ponto mais largo.
  • Mede-se o diâmetro da boneca (homens) no espaço entre a sua mão dominante, e o osso de seu pulso.

As variáveis para o cálculo variam, dependendo se é um homem ou uma mulher, no caso dos homens, é solicitado a medida de seu pulso, além de peso, altura e atividade física, e no caso das mulheres, a medida de sua cintura e quadril.

Calcule as suas áreas no seguinte link:

Compartilhe isso:

Se você está seguindo uma dieta de emagrecimento, manter o controle da quantidade de fibra que se come é interessante para poder equilibrar sua dieta, além de poder personalizá-lo às suas necessidades metabólicas.

A inclusão de fibra na dieta pode ajudar a prevenir doenças como prisão de ventre, diverticulose, a obesidade, o câncer de cólon e reto, a diabetes e a hipercolesterolemia. Mas também, o excesso de fibras pode causar efeitos adversos , como flatulência, distensão abdominal e dor abdominal, portanto é recomendável que o consumo de fibra seja gradual, para que o trato gastrointestinal se vá adaptando.

Para evitar esses efeitos adversos, propomos-lhe uma calculadora para a ingestão diária de fibra, além de obter a quantidade de fibra diária recomendada (em mulheres de 25 gramas e em homens 38), nos fornece a informação nutricional do alimento que tenhamos escolhido.

O seu funcionamento é um tanto complexo, primeiro pede três dados: sexo, quando vamos realizar a ingestão (café da manhã, almoço, jantar ou lanche) e o tipo de alimentos (verduras, cereais, frutas, doces…). A partir daí, obtemos uma lista de alimentos de acordo com o tipo, escolhemos um ou vários, dependendo de que se compõe a comida, selecione a quantidade e obtemos a informação nutricional e a quantidade de fibra que esse alimento traz para o nosso corpo.

Esta calculadora tem duas versões muito semelhantes:

Compartilhe isso:

IMC são as siglas do Índice de Massa Corporal. É calculado dividindo-se os quilos de peso do indivíduo pelo quadrado da altura em metros, ou seja: IMC = peso [kg]/ altura [m2].

Este índice, também chamado de índice de Quetelet, e é utilizado pela OMS (organização Mundial da Saúde) para saber quão perto ou longe estamos do nosso peso ideal.

O seu cálculo é simples. Só precisamos conhecer o nosso peso e a altura para estabelecer uma relação entre esses dois dados. Na calculadora que te ofereço o fazemos ainda mais fácil, já que combinamos esses dados com os dados de idade, sexo e constituição física.

Você deve saber que o IMC é um índice que te convém saber, desde que você diz se você está ou não em seu peso ideal.

O mais exato seria combiná-lo com outros índices que também nos aportasen dados sobre a composição de nossa massa corporal (não nos diz o quanto de gordura e a massa muscular que compõem essa massa corporal).

Por isso pode-se dar o caso de 2 pessoas que pesam o mesmo e tenham um IMC semelhante, mas sua aparência é muito diferente, porque cada um tenha uma percentagem diferente de gordura corporal.

Outras considerações sobre o IMC

Em qualquer caso, o IMC deve ser tido em conta como um indicador para detectar possíveis problemas de saúde como doenças cardiovasculares, osteoartrite ou da diabetes: Quanto maior o IMC, maior o risco haverá de sofrer de doenças relacionadas com o excesso de peso e a obesidade.

Portanto, o IMC é um dado indicativo que pode ser complementada com outros índices como o Índice de massa Gorda, que é obtido através da relação que se estabelece entre outras medidas do corpo, como a cintura ou o quadril.

Ao igual que outros índices, o resultado do seu imc e fique só tem valor se a sua idade está compreendida entre os 18 e os 65 anos, se não estiver grávida e se você não é um atleta de alto nível.

COMEÇAR O TESTE

Como você provavelmente já sabe, os benefícios do azeite para a saúde são enormes e normalmente associados a uma dieta saudável e tipicamente mediterrânica. Vamos conhecer alguns destes benefícios saudáveis.

É de todos os conhecidos que o óleo de oliva é muito bom para o sistema cardiovascular, mas vou analisar um pouco mais em profundidade a sua acção sobre o nosso organismo.

1. Um dos melhores benefícios do Azeite de oliva são os seus ácidos gordos

Existem 2 tipos de ácidos graxos:

  • Ácidos Gordos saturados: são as gorduras de origem animal (carnes, lácteos..) óleo de coco e óleo de palma.
  • Ácidos Graxos insaturados: estão em óleos vegetais ou em peixes. Estes ácidos gordos são divididos em: poliinsaturados e monoinsaturados. Os ácidos graxos insaturados formam 80% do azeite de oliva virgem. Estes ácidos graxos são fundamentais para as nossas funções vitais.

Associações de Hormônios e ácidos Graxos

Há muitos hormônios que são obtidos a partir do colesterol. Os ácidos graxos e o colesterol é transportado no sangue, para isso é “aliança” com os hormônios formando o que se chama associações moleculares ou lipoproteínas.

benefícios-do-azeite-de-oliva

Dentro destas associações a que é de mau colesterol é chamado lipoproteína de baixa densidade LDL e de alta densidade, que é o colesterol bom, é chamado de HDL

O mau colesterol é prejudicial, pois vai assentando nas paredes das artérias, com o que vai rival é o canal no estrecharlas. Isso gera um alto risco de sofrer de doenças cardiovasculares e aterosclerose.

O azeite de oliva, com seu ácido oleico, aumenta o colesterol bom. Permite a eliminação do colesterol ruim, porque o arraste das artérias e o transporta até o fígado, para que este elimine.

2. Suas vitaminas e minerais

O óleo de oliva é rico em vitaminas A, D, e e K. Favorece a absorção de minerais como o cálcio, o fósforo, o magnésio e o zinco. Obrigado a todas as vitaminas e minerais que possui, o azeite de oliva é um excelente alimento para a vista, a pele, os ossos e o sistema imunológico.

3. Benefícios do azeite para a saúde

imagem de garrafas de azeite com azeitonas

1. Como já vimos por sua ação contra o mau colesterol, previjan a aterosclerose e das doenças cardiovasculares: infarto, angina de peito, etc.

2. Evita a acidez gástrica e facilita o trânsito intestinal.

3. Ajuda a controlar o nível de açúcar no sangue (glicose).

4. É um antioxidante muito importante porque tem de polifenóis, uma substância química que têm algumas plantas e que evita a oxidação. ( Lembre-se que muitos alimentos são conservados em frascos de vidro com óleo durante muito tempo).

Assim, ajuda contra o envelhecimento. Em grande parte também pela vitamina E, que tem.

5. Previne doenças degenerativas como o mal de Alzheimer

6. Ajuda a melhorar as funções metabólicas, como já foi visto pelas associações moleculares que forma com os hormônios: lipoproteínas.

7. Estimula a mineralização e a absorção do cálcio, por isso é muito importante tomá-lo na infância, que é quando se formam os ossos e a velhice, porque se perde densidade óssea.

8. É bom para a pele, pois tonifica e exerce um efeito protetor sobre ela.

9. Facilita a digestão em geral e a absorção de nutrientes, incluindo as vitaminas lipossolúveis essenciais que ele contém.

10. . Na medicina popular, o azeite tem sido usado para tudo: para a redução de dores musculares, para evitar a ressaca, como alimento afrodisíaco, como laxante, e até como um sedativo.

Como pode existir alguma razão para não tomá-lo? Mesmo nas dietas é aconselhável em pequenas quantidades. Não nos esqueçamos que é a base fundamental da dieta mediterrânea.

Se quiser mais informações, pode fazê-lo no site da RTVE: Óleo de Oliva.

Lista de itens de série Benefícios do azeite de oliva

Todos os benefícios do azeite de oliva em nossa saúde.

Qual tipo de azeite de oliva eu escolho?

O cosmético mais barato e hidratante, O óleo de oliva

Benefícios do azeite de oliva

Tudo sobre o colesterol

Se quiser saber mais dicas sobre uma boa alimentação e seus benefícios, recomendo que você vá a: Alimentação Saudável

Conheça os Alimentos.

Receba as atualizações do Emagrecimento e Saúde em seu email: Assine Aqui 🙂 é muito mais confortável.Votação dos leitores [Total:56 Média:3.3/5]